Friday, September 07, 2007

Gravuras em metal

Não acredito em salvação.
Podem me chamar de pessimista. Como todo pessimista, rebato: - Sou, na verdade, um realista! Porque é preciso muita fé na humanidade pra acreditar que vamos mudar nosso modo de vida antes que a natureza esteja exaurida.
Há muito tempo que separo meu lixo reciclável e já decidi que não possuirei automóvel nem terei filhos (afinal, o mundo está desse jeito devido ao excesso de bichos-homens que consumem e poluem - crédulos de sua perfeição acima dos outros seres).
Contudo, insisto em produzir minhas imagens com métodos “antiquados” e utilizando materiais suspeitos.
Nessa atualização, por exemplo, mostro minhas primeiras experiências com gravura em metal, uma técnica que utiliza chapas de cobre como matriz para que se possa reproduzir um mesmo trabalho várias vezes – coisas do primórdio dos nossos tão queridos livros. Viva Gutenberg! Gastei tinta, solventes a base de petróleo, álcool, sais de ferro, uma pequena floresta de papel... e estou disposto a vender algumas cópias por Dez Real cada – promoção, coisa do Capitalismo!
Não tem jeito: sei que vou pro inferno!

O brinquedo de Vanessa
água-forte (21X15cm) 2007

S/T
maneira-negra (21X15cm) 2007

Origami
água-forte (21X15cm) 2007

Auto-retrato
toner, buril, ponta-seca (15X21cm) 2007

8 comments:

erica said...

Zé. Não sei se vc sabe, mas adoro seu trabalho. Sobre seu texto introdutório, penso bem parecido com vc, e vc já deu um passo enorme separando o lixo. Agora, por que não se torna um pesquisador em técnicas limpas para sua arte?

beijos. Beijos em Vanessa também.

Erica.

;)

anjobaldio said...

Caro Zé, teu trabalho anda cada vez melhor. Grande abraço.

mary said...

vc não vai pro inferno não..rsrsrsr!!
vai pro céu dos artistas revolucionários...Irreverencia sempre foi seu nome...E originalidade tb!
De arte entendo pouco mas entendo de pessoas... E vc? É uma gde pessoa...unica...Parabens por ter percebido o seu talento e acreditado nele..
Muitos não são capazes..
bjo gde

Ruela said...

tens bons trabalhos.
Parabéns.

anjobaldio said...

Caro Zé, deixa de preguiça e atualiza esse blog cara! Grande abraço.

anjobaldio said...

tenho que passar a batata quente :

O blogger RUELA ( http://neoartes.blogspot.com/ ) lançou-me o desafio da «página 161»:

1. Pegue no livro mais próximo, com mais de 161 páginas -- implica acaso e não escolha.
2. Abra o livro na página 161.
3. Na referida página procure a 5.ª frase completa.
4. Transcreva na íntegra para o seu blogue a frase encontrada.
5. Passe o desafio a cinco bloggers.

Quem vai ser?

1. Contos Reunidos do Rubem Fonsêca
2. ”Entendo”, disse Zé Pequeno.

Anonymous said...

Nao sou tao pessimista qto vc...
Acho sim q temos jeito... preciso acreditar afinal de contas meu flho ja existe nao é???Faz tempo que nao venho dar uma olhada por aqui... bom q vc atualizou!!! Gostie muito... nunca tinha visto nada desta sua linha!!!
BJokas duplas...
Isa e Kaike

ronaldo braga said...

zé de rocha seu trabalho é apaixonante, antes de mais nada. e seu texto é faca no peito dos otários. eu escrevi um texto em meu blog no dia 04 de dezembro que tem muito com esse texto seu.
olhe:
www.ronaldobragas.blogspot.com